Santa Casa de Misericórdia de Santo Amaro completa 123 anos

0
1273

Primeiro grande hospital da Zona Sul comemorou aniversário com direito a bolo e convidados importantes da área da saúde e da política regional

 

Mais de 100 pessoas, entre funcionários e convidados ilustres, cantaram parabéns para a Santa Casa de Misericórdia de Santo Amaro – SCMSA – que comemorou 123 anos, no último dia 14 de dezembro.
Com mais de 30 anos em trabalhos prestados para a SCMSA, o 1º Vice-Provedor (que está no cargo de provedor interinamente), Dr. Roberto Magno Leite Pereira, afirmou que este momento deve ser muito celebrado. “A Santa Casa é uma composição de quem passou anteriormente na nossa gestão e quem virá depois. Não existe presente sem passado e sem uma projeção futura. Desde 1895 muitos fizeram pelo hospital. Lembramos de todos os parceiros, colaboradores e aqueles que ajudaram a edificar a Santa Casa, quer seja em trabalho, misericórdia, em atender o paciente, em ajuda ao próximo. Devemos muito aos Irmãos, Mesários, Voluntários, Funcionários, a Sociedade Santamarense, a Sociedade Paulista e a todos os nossos Colaboradores”.
Entre as mudanças de infraestrutura realizadas que resultarão em grande economia para o hospital estão: a parceria com a Eletropaulo com a ação de eficiência energética; a instalação de redutores de água em torneiras e chuveiros; reforma da sala de observação e da pediatria para melhor atender o paciente. “Além disso, estamos terceirizando nossa equipe de laboratório, o que vai gerar também uma economia mensal de aproximadamente 50 mil reais nos gastos. Também informatizamos e integramos os dados para maior eficiência na gestão do hospital”, explica o Dr. Roberto.
“Fico muito feliz, honrado e muito grato pela recepção de todos. Eu posso dizer que fui um dos idealizadores desse evento, porque eu conheço a Santa Casa desde criança”, contou Christian Hessel Leite Pereira, irmão da Santa Casa.
Uma das metas para 2019 é a expansão da UTI. “Atualmente temos 10 leitos e iremos ampliar adicionando mais 11 leitos humanizados, interligando posteriormente os dois espaços, para depois transformar os 21 leitos inteiramente humanizados visando melhor atender o paciente”, explicou o Dr. Roberto.
Em uma área construída de mais de 10.000 m² estão disponibilizados 163 leitos, divididos entre unidade de internação e UTIs; instalações específicas para o Hospital Dia, que incluem 09 leitos para cirurgias vasculares, oftalmológicas, laparoscópicas, dermatológicas, urológicas e outras que não requeiram internação superior a um dia. O hospital possui um amplo centro cirúrgico composto por seis salas e com toda a estrutura necessária para realização de procedimentos de diversas especialidades, incluindo cirurgias mais complexas como as das áreas neurológica, ortopédica, vascular e otorrinolaringológica. A SCMSA também possui atendimento de nefrologia, que registra uma média de 1.200 sessões nefrológicas por mês, sendo a pioneira em transplante renal em São Paulo, centro de diagnósticos com capacidade para aproximadamente 40 mil exames mensais que vão de endoscopia, colonoscopia patológica, de imagem, de cardiologia não invasiva (hemodinâmica) e laboratorial em parceria com a CEPAC Diagnósticos.
Possui uma equipe formada por 194 médicos, 65 enfermeiros, 141 técnicos em saúde, 233 auxiliares de enfermagem e 151 profissionais administrativos, que fazem parte da “família Santa Casa”. Entre eles está a Maria Aparecida Lopes, a Cidinha, que tem 43 anos de hospital e hoje está no serviço de ouvidoria. “A Santa Casa para mim é uma família e o que ela tem de melhor são seus colaboradores. Tenho o maior orgulho de trabalhar aqui, levanto todos os dias como se fosse o primeiro. Eu faço a avaliação do usuário e a gente vê que existe uma aceitação grande dos pacientes pela Santa Casa, chega a 90%. Minha meta é chegar a 100%”.
Para o Diretor Superintendente da SCMSA, Dr. Danilo Masiero, a Santa Casa faz parte da sua história de vida. “Eu era médico ortopedista pediátrico e também professor universitário da UNIFESP. Sempre trazia crianças para operar aqui quando no Hospital São Paulo não tinha vagas. Em 2001 recebi o convite para vir para a Santa Casa, estava no ápice da minha carreira e não tive como recusar. Hoje, pela legalidade, nós deveríamos atender 60% de SUS, mas atendemos 80%. Eu agradeço a todos, mesmo aqueles que a gente não cita o nome mas faz a sua parte, pois nós somos um grupo e o mérito nunca é individual. Hoje, graças ao auxílio, conseguimos modernizar a estrutura técnica, mas claro que falta muita coisa. Vamos continuar fazendo o que é certo porque este é o nosso caminho. Eu sou extremamente grato, porque estamos conseguindo manter o trabalho apesar das dificuldades”.
A comemoração contou ainda com a presença da representante do Complexo Ambulatorial Regional (CAR Sul) e do Departamento Regional de Saúde (DRS1 da Sul), Hanako Toyota e da Coordenadora de Saúde da Regional Sul da Secretária Municipal de Saúde, Sandra Maria Sabino Fonseca. “É uma equipe maravilhosa e dedicada à região e aos moradores. A Santa Casa é muito importante para o sistema da região sul, sendo uma referência para os outros moradores por ser o primeiro da região” disse Sandra.
O vereador Ricardo Nunes (MDB) também prestigiou o evento e aproveitou a oportunidade para doar à SCMSA uma emenda parlamentar no valor de R$ 300 mil reais. “Conversei com o Dr. Roberto e ele me disse que estão precisando de um aparelho de cirurgia de vídeo. Então, ajudaremos com isso. A Santa Casa é, com certeza, uma referência em hospital na Zona Sul”.
O presidente do Instituto de Lideranças Empresariais de São Paulo (ILESP) Mario Mariano Machado, também doou um aparelho de monitoramento por celular para a Santa Casa. “A Santa Casa sempre foi um importante hospital para a região e só não é maior por falta de investimento governamental. Mas nós do ILESP, da Maçonaria e empresários estamos contribuindo pra tentar fazer da Santa Casa um hospital cada vez melhor”.
De acordo com a presidente da OAB Santo Amaro, Dra. Lisandra Gonçalves, a OAB Santo Amaro e a Santa Casa devem andar juntas. “Temos esse dever de servir bem a população. Temos que lutar para valorizar Santo Amaro e trabalhar sempre juntos melhorar a região. Eu dou parabéns pelos 123 anos da Santa Casa, porque, apesar de termos robôs, só o ser humano, pode salvar o ser humano”.
Para o Dr. Alexandre Moreira Neto, presidente do Centro de Tradições de Santo Amaro (CETRASA), “a Santa Casa faz parte da história de Santo Amaro, que é mais rico em história que a própria cidade de São Paulo”.
Para comemorar o aniversário, a SCMSA abriu mais um canal de comunicação com a população e seus parceiros. Além de reformular o site, aqueles que desejarem informações sobre o hospital poderão acessar as redes sociais. “Nós ainda precisamos de muito investimento para concretizar todos os nossos objetivos estruturais. Quem quiser nos ajudar, é só entrar no nosso site. O ano de 2019 será de execuções porque, em 2020, quero que o hospital obtenha todas as certificações possíveis, melhorando a infraestrutura e o atendimento para toda a população”, finaliza Dr. Roberto.
Para quem deseja saber mais sobre a Santa Casa de Misericórdia de Santo Amaro basta entrar no site: www.santacasasantoamaro.org.br
- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.