Prêmio Hipismo Brasil condecorou os melhores de 2017

0
391

 

A Confederação Brasileira de Hipismo (CBH) premiou os melhores do ano de 2017, reunindo campeões, familiares, personalidades do esporte e homenageados especiais, na Sociedade Hípica Paulista, no Brooklin.

O presidente da CBH, Ronaldo Bittencourt Filho, discursou sobre os principais resultados em 2017, como as conquistas de medalhas de ouro nas Copas das Nações em Hickstead (Inglaterra), Samorin (Eslováquia) e prata em Calgary (EUA) e destacou as vitórias de Pedro Muylaert, Pedro Veniss e Yuri Mansur em GPs na Europa; além das 16 medalhas por equipes e individuais arrematadas pela nata jovem do hipismo brasileiro no Sul-Americano da Juventude 2017, na Argentina, e as medalhas de ouro e bronze de Philip Greenlees e Pietra Bizotto no Mundial FEI Children, conquistadas na China.

“Agora em 2018 já tivemos grandes resultados e o desafio maior da temporada são os Jogos Equestres Mundiais em setembro, em Tryon (EUA), que pode ser considerada a Olimpíada do hipismo”, disse o dirigente.

Entre os homenageados da noite estavam o jovem talento do enduro, José Caio Frisoni Vaz Guimarães, líder do ranking de conjuntos e 3º individual no Ranking da Federação Equestre Internacional na temporada 2017, e João Victor Oliva, cavaleiro de adestramento vencedor do Prêmio Brasil Olímpico promovido pelo Comitê Olímpico do Brasil. Eduardo Coelho Barbara, o Dudu, campeão brasileiro Pré-mirim, recebeu um prêmio extra pela conquista do Prêmio Hipismo Brasil Pré-mirim computando mais de 600 pontos. Na categoria de mais alto rendimento no país, na modalidade Salto – os rankings brasileiros Senior Top e Indoor – Artemus de Almeida foi o grande nome da temporada, garantindo dois carros 0km pela conquista. Os presidentes de Federações e representantes também foram homenageados.

 

- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.