Prefeitura desiste de reorganizar sistema de saúde e vai reabrir AMAs

0
171

Mais de 100 Assistências Médicas Ambulatoriais seriam fechadas em São Paulo

 

A Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo anunciou, após reunião com o Ministério Público, que está suspensa a reorganização da rede básica de atendimento, ou seja, as Assistências Médicas Ambulatoriais (AMAs) não serão mais fechadas.

Segundo o secretário municipal de saúde, Wilson Pollara, as unidades que já foram fechadas serão reabertas e os profissionais readmitidos.

De acordo com Dora Martins, promotora de Justiça da Saúde, devem ser criados grupos compostos pela sociedade civil e representantes da Secretaria de Saúde, que possam discutir as necessidades de cada região da cidade. “A prefeitura se comprometeu a fazer agora os estudos de vulnerabilidade e dos equipamentos para que, daqui a 90 dias, em uma nova reunião, com todos esses dados, pensar em um projeto de reestruturação pautado na realidade”, disse.

A reorganização da saúde, foi proposta pela Prefeitura em março, e tinha a intenção de fechar 108 AMAs que seriam integradas as Unidades Básicas de Saúde.

A Secretaria Municipal de Saúde disse que “em nenhum momento houve a intenção de fechar nenhuma unidade de saúde. Nenhum posto de atendimento seria modificado até que outro estivesse no local para substituir e manter o atendimento à população”.

- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.