Pesquisa revela que insônia atinge quase metade dos brasileiros

1
628

 

 

A insônia persistente pode desencadear transtornos depressivos, além de hipertensão e risco de infarto

 

 

Um estudo divulgado pela Sociedade Brasileira de Neurofisiologia revela que 45% da população brasileira dorme mal. Cerca de 32% afirmam demorar muito para dormir e outros 52% dizem acordar cansadas.
Em média, 1 a cada 5 brasileiros sofre com insônia. Ingerir alimentos pesados ou bebida alcoólica antes de dormir, ter uma vida muito agitada e estressante, não se alimentar adequadamente são fatores prejudiciais ao sono. A falta de descanso também prejudica o desenvolvimento hormonal.
Médicos afirmam que o ideal, para adultos, é dormir de 6 a 8 horas. Já as crianças e adolescentes devem dormir cerca de 12 horas por noite.
A insônia persistente pode desencadear transtornos depressivos, além de hipertensão e risco de infarto.
Uma pesquisa do Instituto do Sono afirma que 32% dos brasileiros com idade produtiva sofrem de apneia do sono, ou seja, param de respirar enquanto dormem. Cerca de 30% das mulheres na pós-menopausa e 5% das crianças tem tendência a ter o problema.
As dicas para estimular o sono são: criar um ambiente relaxante, antes de dormir, com pouca luz e música calma. Além disso, fazer exercícios físicos são uma boa aposta, já que produzem neurotransmissores que auxiliam na hora de dormir.
- Patrocinado -

1 COMENTÁRIO

  1. Uma solução prática é o investimento em bom colchão, tipo os do Colchão Certificado que é com certificados médicos exclusivos da SBRTO e ANAFIQ.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.