Muro verde da Av. 23 de Maio apresenta falta de zeladoria, um ano após inauguração

0
533

Em agosto de 2017, o muro recebeu 251 mil mudas de 30 espécies, apagando grafites de diversos artistas que, por anos, estiveram expostos ali

 

Em agosto do ano passado, a gestão do ex-prefeito João Doria inaugurou um muro verde na Avenida 23 de Maio, com 251 mil mudas de 30 espécies, apagando grafites de diversos artistas que, por anos, expuseram suas artes ali.
Agora, as plantas do jardim vertical de uma das principais avenidas da Zona Sul estão malcuidadas e morrendo. A falta de manutenção no muro de 6 km foi notada nesta semana. As plantas estão secas e não recebem poda há um bom tempo.
Próximo ao Viaduto Tutóia, as plantas estão tão grandes que cobriram o radar de trânsito. Perto do Viaduto Jaceguai, as plantas não estão podadas, e algumas cobrem parte da calçada.
A obra foi bancada por uma empresa privada, como compensação pelo corte de 800 árvores, e custou aproximadamente R$ 10 milhões. A manutenção, custeada pela empresa, deveria ser até 2020, mas, em abril deste ano o contrato foi rompido e a Prefeitura começou a arcar com a manutenção.
A Secretaria Municipal das Prefeituras Regionais informou que após a quebra do contrato, “a Prefeitura, então, seguiu com os cuidados no local e publicou no dia 30 de agosto a licitação para contratar as empresas que irão assumir os trabalhos. É preciso esclarecer que, mesmo com o trâmite licitatório em andamento, o local segue recebendo manutenção, irrigação das plantas no período noturno (duas vezes por semana), zeladoria diária no perímetro e poda com equipamento das equipes de manutenção do verde das Subprefeituras Sé e Vila Mariana. É fundamental a conscientização dos munícipes em relação preservação do Muro Verde, que tem por objetivo trazer embelezamento e humanização para a capital.”
- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.