Maçonaria Paulista pode estar a caminho de ser a maior referência desta ordem na América Latina

0
1454

Grande Oriente de São Paulo deixa o Grande Oriente do Brasil para tornar-se uma potência independente

Agora, o Grande Oriente de São Paulo é uma Potência Maçônica independente e não está mais federada ao Grande Oriente do Brasil (GOB).
A mudança aconteceu em uma Assembleia Geral Extraordinária conjunta com a Poderosa Assembleia Estadual Legislativa (PAEL), convocada pelo agora, Sereníssimo Grão Mestre do Grande Oriente de São Paulo (GOSP), Kamel Aref Saab, e apoiada pelo Eminente, Raimundo Hermes Barbosa, presidente da PAEL. O Decreto 353-2015/2019 foi aprovado com 82% dos votos da Assembleia.
“Como Maçom apaixonado pela Maçonaria, lamento que o GOB tenha chegado a um ponto de arbitrariedade. Somos Irmãos por amor à Maçonaria, não a uma obediência. Sou um defensor da Maçonaria livre e sem fronteiras”, disse o Sereníssimo Grão-Mestre do Grande Oriente de São Paulo, Kamel Aref Saab, aos mais de 1.000 Irmãos que se reuniram em São Paulo para a Assembleia Geral Extraordinária (contando com Veneráveis Mestres e Deputados Estaduais representando Lojas de todas as regiões do Estado).
Para o presidente da Poderosa Assembleia Estadual Legislativa de São Paulo (PAEL-SP), o Eminente Raimundo Hermes Barbosa, a Assembleia celebrou o exercício democrático e o resultado é fruto do anseio dos Irmãos de todo o Estado de São Paulo que estavam cansados da arbitrariedade e da tirania exercida pelo GOB. “Coroamos e restabelecemos a democracia em nossa Ordem e nossos preceitos de liberdade, igualdade e fraternidade. São Paulo não se curvou e nem se curvará à tirania. A presença de Irmãos das mais diferentes regiões do Estado provaram isso. São Paulo não é conduzida. São Paulo conduz”, afirmou.
Em 17 de agosto deste ano, o GOSP publicou o Decreto 348 onde fazia a convocação para uma Assembleia Geral Extraordinária, conjuntamente com a Poderosa Assembleia Legislativa, para deliberar pela continuidade ou não na associação ao Grande Oriente do Brasil (GOB).
No dia 4 de setembro de 2018 o GOB decretou INTERVENÇÃO no GOSP em São Paulo, e nomeou um interventor, suspendendo os direitos maçônicos do Grão Mestre Kamel Aref Saab e do Presidente da PAEL, Raimundo Hermes Barbosa, e de mais 9 irmãos, o que precipitou a divulgação pelo GOSP do Decreto 353 e a realização da assembleia geral para aprovação imediata da desfederalização do GOB. A justiça comum foi acionada e em duas decisões no dia 11 de setembro garantiu a realização da Assembleia Geral.
A partir de agora, um novo tempo se inicia na Maçonaria Paulista com as três potências estaduais independentes, o Grande Oriente Paulista (GOP), o Grande Oriente de São Paulo (GOSP) e a Grande Loja do Estado de São Paulo (GLESP), formando em número de irmãos a maior Maçonaria Brasileira e também Sul-Americana.
- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.