Governo diz que ainda estuda possibilidade de reajuste da tarifa do transporte em 2019

0
293

A partir de janeiro, o preço da passagem de ônibus, metrô e trem pode subir para R$ 4,25

 

A partir do dia 6 de janeiro, a tarifa do transporte público na capital paulista pode subir de R$ 4 para R$ 4,25, um aumento de 6% que é válido para ônibus, metrô e trem (CPTM).
Em 2018, o índice da inflação Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas) foi de 3,63% e, caso o aumento refletisse a inflação, a tarifa do transporte seria R$4,14. Esse valor, no entanto, dificultaria o troco de quem pagasse em dinheiro e o argumento do Governo é que o valor de R$4,25 não repõe as perdas.
Na última terça-feira, durante a liberação do viaduto Campo Belo, o governador Marcio França falou que quem vai definir o aumento da tarifa de ônibus será o próximo Governo. “Ele tem que dar algum tipo de reajuste para poder cobrir a atualização desse ano”, disse.
A responsabilidade pela tarifa do transporte público é da Prefeitura e do Governo do Estado. O orçamento da capital para 2019 aumenta a verba destinada para o subsídio do ônibus de R$ 2,1 bilhões para R$ 2,7 bilhões. Mas, do orçamento deste ano, a Prefeitura gastou quase R$ 3 milhões a mais para subsidiar as empresas de transporte. E a diferença é paga pelo dinheiro arrecadado com as passagens.
Segundo os cálculos da comissão de orçamento da Câmara dos Vereadores, para cada R$ 100 milhões de diferença, é preciso aumentar R$ 0,10 na tarifa.
Em nota, a Secretaria de Estado dos Transportes Metropolitanos (STM) informou que “estuda algumas possibilidades sobre a questão de reajuste de tarifa. No entanto, historicamente, a definição sobre o assunto ocorre em janeiro de cada ano”.
- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.