Excesso de barulho em bares de Moema incomodam dia a dia de moradores

0
555

Moradores reclamam que “mesmo com o bar fechado, o público permanece no local” e “a Prefeitura e a Polícia, apesar dos inúmeros chamados, nada fazem”

 

Moradores de Moema tem reclamado nas redes sociais sobre o excesso de barulho causado por alguns bares da região que estendem seus horários de funcionamento além do que a Lei do PSIU (Programa de Silêncio Urbano) permite. Além disso, mesmo com o bar fechado, o público permanece no local.
Na página do PSIU no site da Prefeitura, há o informe explicando que, estabelecimentos “cujo funcionamento cause prejuízo aos sossego público, não poderão funcionar entre 1:00 e 5:00 horas”.
“Mais uma noite em claro. O bar fecha, mas os frequentadores não vão embora e continuam na calçada até o amanhecer. A Prefeitura e a Polícia, apesar dos inúmeros chamados, nada fazem”, disse uma moradora que reclama de um bar na Av. Moaci.
“Um pouco mais pra cima da Moaci, a situação é um pouco pior. São três bares (cada um em uma esquina) que não deixam os moradores dormir”, relatou outro morador.
A moradora foi orientada a ir na Subprefeitura para fazer uma reclamação e lá recebeu a notícia de que “eles não acolhem mais denúncias pois hoje existe o aplicativo da Prefeitura. Inclusive me orientaram a buscar a mídia pois as equipes do PSIU praticamente foram extintas e não resolveriam o problema”.
Em resposta, a Subprefeitura Vila Mariana informou que “as Praças de Atendimento estão à disposição para registrar e atender as solicitações de todos os munícipes. Os pedidos também podem ser feitos por meio dos canais do SP 156 (telefone, aplicativo ou site https://sp156.prefeitura.sp.gov.br). A administração regional irá apurar a situação mencionada pela reportagem e reorientará todos os seus funcionários. O estabelecimento localizado na Avenida Moaci será vistoriado nos próximos dias pelo PSIU. A data é mantida em sigilo para não comprometer o desempenho da ação. Em caso de irregularidades, será lavrado um Termo de Orientação na primeira vistoria, sujeito à aplicação de multa na próxima visita. Vale ressaltar que o bar possui licença de funcionamento”.
A Prefeitura disse ainda que “para locais cujo funcionamento cause prejuízo ao sossego público serão aplicadas as penalidades com os valores de R$ 10 mil na primeira infração; R$ 20 mil na segunda e de R$ 30 mil na terceira, que pode acarretar ainda no fechamento administrativo, conforme parâmetros da Lei 16.402/16”.
- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.