Estrada do M’Boi Mirim registra queda de 68% no número de mortes no trânsito

0
617

Em contrapartida, número de mortes sobe em 8 das 10 vias mais letais

 

 

A região da Estrada do M’Boi Mirim teve uma queda de 68% no número de mortes por acidentes de trânsito em 2017, segundo relatório divulgado pela CET. O registro foi de 7 mortes, um número baixo se comparado as 22 mortes registradas em 2016.

Segundo a Secretaria Municipal de Transportes Metropolitanos, a queda no percentual é resultado do programa M’Boi Segura, implantado pela Secretaria em 2017, para intensificar a fiscalização de motoristas e pedestres e reduzir o número de acidentes nesta via, que teve o maior número de óbitos em 2016.

Dessas 7 mortes, duas aconteceram após a implantação do programa, e ambas envolveram motociclistas. O número de acidentes com vítimas na M’Boi Mirim caiu de 134, em 2016, para 69 em 2017.

O relatório indica que, na cidade de São Paulo a queda no número de acidentes com vítimas foi de 16% em 2017. O número total de vítimas caiu de 19.235 para 16.252 pessoas, nos últimos 2 anos. Além disso, o número de mortes no trânsito caiu para 7% no ano passado, contabilizando 797 mortes, o menor número de mortes na série histórica da CET.

O número de mortes no trânsito aumentou em 8 das 10 vias mais letais de São Paulo. Em 2017, 20 pessoas morreram na Marginal Tietê, contra 14 em 2016, o que significa um crescimento de 42,56%. A Avenida Senador Teotônio Vilela, em Interlagos teve um crescimento de 90%, e a Marginal Pinheiros cresceu em 27,27% no número de mortes no trânsito. Já na Estrada de Itapecerica, o crescimento foi de 44,44%. As outras vias em que houve crescimento significativo foram as avenidas Jacu-Pêssego, Sapopemba, Marechal Tito e Avenida do Estado.

Segundo o secretário municipal de transportes, João Octaviano Machado Neto, a intenção é estender o programa para outras vias da capital. “Vamos estender esse programa neste ano para as Avenidas Carlos Caldeira Filho, Belmira Marin, Teotônio Vilela e Estrada de Itapecerica e para a Avenida Celso Garcia (na zona leste)”, disse o secretário.

- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.