Equipe policial faz campanha para ajudar mulher grávida presa por roubo

0
525
No final do ano passado, a equipe da 47° DP do Capão Redondo prendeu uma mulher que havia roubado um celular. O roubo aconteceu para que ela pudesse comprar crack, vício que mantinha há muitos anos.
Essa é uma história muito comum, e acontece em inúmeras cidades brasileiras. A diferença é que Regiane estava grávida e sua situação provocou uma onda de solidariedade que atingiu muitas pessoas.
Regiane foi solta após a audiência de custódia, então, o delegado assistente da 47° DP, Carlos Miranda, resolveu criar uma força tarefa para ajudá-la. Ele propôs que ela participasse de uma campanha de arrecadação de roupas e produtos para o seu bebê, Matheus.
“Quando é um caso que a gente vê que não pertence ao mundo do crime, nós ajudamos a ressocializar a pessoa”, diz o delegado.
O delegado usou as redes sociais para pedir que as pessoas doassem os produtos que Matheus iria precisar e muitas doações foram feitas, algumas vieram, inclusive, do Japão.
O pequeno Matheus já nasceu e agora Regiane cumpre pena em liberdade, com prestação de serviços comunitários.
- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.