Dia da conscientização da insuficiência cardíaca alerta sobre o impacto na qualidade de vida

0
55

No Brasil, quase 3 milhões pessoas são afetadas pela insuficiência cardíaca

 

6 de maio marca o Dia da Insuficiência Cardíaca nos calendários da Europa e Estados Unidos em alusão a importância da conscientização da doença. No Brasil, sozinha, a doença afeta 2,8 milhões de brasileiros e é responsável por 219 mil internações anualmente. Tais números tornam a insuficiência cardíaca a segunda principal doença cardíaca no país, atrás apenas do infarto do miocárdio.

“A insuficiência cardíaca é uma doença que afeta o coração quando ele não consegue mais bombear o sangue com força suficiente para o corpo. Como é uma doença crônica, afeta cada vez mais o paciente e
pode incapacitar as atividades do dia a dia”, explica o Dr. Dirceu Almeida – professor da Disciplina de Cardiologia da Universidade Federal de São Paulo e Responsável pela Divisão de Insuficiência Cardíaca e Transplante Cardíaco da UNIFESP.

A insuficiência cardíaca é a doença do coração que mais causa internações em pessoas acima de 65 anos, no país. Também tem números alarmantes em relação a mortalidade, sendo mais fatal que diversos tipos de câncer, como o de mama em mulheres e o de colorretal em homens.

“Essa é uma doença com alta mortalidade no Brasil, porém muitas vezes os pacientes deixam de realizar os tratamentos. Por ser crônica, a insuficiência cardíaca irá matá-lo aos poucos e quando o paciente
perceber que algo está errado, pode ser tarde demais”, alerta Dr. Manoel Canesin – professor titular de cardiologia da Universidade Estadual de Londrina (UEL), PhD pela Universidade de São Paulo (USP) e
presidente da Rede Brasileira de Insuficiência Cardíaca (REBRIC).

 

- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.