Criminosos invadem casas na Zona Sul e moradores se sentem inseguros

0
365

Casos aconteceram na Chácara Santo Antônio e Brooklin, onde suspeito ficou 30 minutos dentro da residência

 

Nas últimas semanas, duas casas foram invadidas na região da Chácara Santo Antônio e Brooklin. O primeiro caso aconteceu na Rua da Paz, por volta das 22h da noite. “Minha esposa disse que tinha alguém em cima do telhado. Eu fui verificar e vi um homem fugindo para a casa do vizinho. Já aconteceu duas vezes. Como as casas são baixas, ele passou por cima”, disse o morador Wesley Adriel Santos.
No Brooklin, a moradora Tricia Cristilli teve a casa invadida e roubada. Ela diz que jantava no andar térreo, e não viu nenhuma movimentação no primeiro andar da casa, local onde o suspeito estava. “Nunca imaginei que seria invadida dentro de casa. Estava na cozinha com meu pai, ouvimos um barulho, mas achamos que era meu gato. Subi e vi que minha bolsa estava aberta e tinham mexido”, explica.
As câmeras de segurança mostram o suspeito forçando o portão automático e entrando no condomínio.
Segundo o boletim de ocorrência, o suspeito escalou o muro do vizinho que fica próximo à casa da vítima. Ele ficou aproximadamente 30 minutos no local.
Para garantir a segurança, os vizinhos estão tomando providências. “Estamos colocando refletores com sensor de presença e reforçando o portão”, disse.
A Secretaria de Segurança Pública disse que “vai analisar as imagens das câmeras de segurança da vítima. O 27ºDP esclareceu que tem realizado operações na região que resultaram no aumento de 27,27% nos flagrantes de tráfico no primeiro semestre de 2018, se comparado com o mesmo período do ano passado. No mesmo período, as ações integradas das polícias Civil e Militar resultaram na prisão de 1.172 pessoas e na queda de 6,76% nos roubos e 12,20% nos furtos em geral nas regiões citadas”.
No caso da Chácara Santo Antônio, o morador não fez boletim de ocorrência. A SSP reforçou que “é essencial o registro do boletim de ocorrência dos casos para que assim seja possível reorientar o patrulhamento, além de apurar os crimes e prender os envolvidos”.
- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.