Conta de luz fica mais cara na capital e Grande São Paulo

0
285

O principal motivo do aumento é a escassez de chuvas, porém, o efeito sobre o orçamento do consumidor só dever ser sentido a partir da conta de agosto

 

Desde a última quarta-feira (4), a conta de luz na cidade de São Paulo ficou mais cara, conforme anúncio da Eletropaulo. O reajuste de 15,08% foi autorizado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), porém, o efeito médio será de 15,84% para os 7,1 milhões de clientes da concessionária na capital e Grande São Paulo.
O aumento de 15,14% será para consumidores de baixa tensão (poder público, rurais, comércios, serviços). E cerca de 17,67% para as indústrias.
O efeito sobre o orçamento do consumidor só dever ser sentido a partir da conta de agosto.
O reajuste leva em consideração o período de julho de 2017 a junho de 2018. Segundo a Eletropaulo, a nova tarifa tem 5,1% de encargos setoriais e 1,8% de distribuição, da própria concessionária.
No Brasil, o aumento da conta de luz deve chegar a 14%. Muito se deve a escassez hídrica no país, o que obriga as distribuidoras a comprarem energia das usinas.
De acordo com a Aneel, por conta da pouca chuva, neste mês de julho a bandeira tarifária da tarifa continua vermelha e no patamar 2, em que é cobrado R$5 a cada kWh (quilowatts-hora) consumidos.
- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.