Comitiva de Interlagos faz reunião com a Prefeitura para opinar sobre privatização do Autódromo

0
371

Participaram do encontro ex-pilotos de Fórmula 1, e representantes do automobilismo paulista

 

Neste mês de junho, representantes do automobilismo paulista participaram de uma reunião com o prefeito de São Paulo, Bruno Covas, para discutir sobre o processo de privatização do Autódromo de Interlagos.
Participaram os ex-pilotos de Fórmula 1 Rubens Barrichello e Luciano Burti; Waldner Bernardo, presidente da Confederação Brasileira de Automobilismo; Felipe Giaffone, presidente da Associação Brasileira de Pilotos de Automobilismo; Sérgio Berti e Orlando Sgarbi, que fazem parte da comissão Interlagos Hoje, que representa empresários que prestam serviços relacionados ao esporte.
O receio do grupo é que a privatização não preserve o circuito, em sua forma original, e que aconteça como no Rio de Janeiro, onde o Autódromo de Jacarepaguá foi demolido em 2012, ou em Brasília, que fechou o Autódromo Nelson Piquet desde 2014.
“O prefeito deixou bem claro que não poderia simplesmente quebrar uma promessa de campanha, mas que está aberto a discussões. Temos que pressionar todos os vereadores para que eles entendam que o Autódromo é importante como ‘área verde’. O Autódromo não está lá apenas para atender a Fórmula 1 e o Lollapalooza, mas também para o automobilismo nacional que gera muitos empregos”, defendeu Sérgio Berti.
A privatização do Autódromo faz parte do Projeto de Intervenção Urbana do Arco Jurubatuba (PIU), que pretende “promover o ordenamento e a reestruturação urbana em áreas subutilizadas e com potencial de transformação”. O PIU está em tramitação na Câmara dos Vereadores.
- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.