Calçadas quebradas em Moema causam acidentes em munícipes da região

0
417

As calçadas ficam “quebradas” por conta das árvores que estão com raízes altas

 

Na última semana a reportagem do grupo Sul News recebeu uma reclamação de uma munícipe que trabalha no bairro de Moema. Ela disse que sofreu uma queda na Alameda dos Guaramomis, porque uma árvore de raízes altas suspendeu a calçada, que está toda desnivelada.
“Trabalho em Moema há 20 anos. Esses dias estava andando na calçada na Alameda dos Guaramomis, perto do número 1080, dei uma ‘tropicada’ e cai sem querer. Um moço me ajudou a levantar e disse que já viu isso acontecer no mesmo lugar antes. Foi por conta da árvore que está com a raiz alta e levantou a calçada. No caminho que faço para chegar ao trabalho também tem ruas assim. Visivelmente eu não me machuquei, mas fiquei com muita dor no corpo”, disse Maria Mello.
A Lei 15.442 de 2011 diz que “a responsabilidade sobre a conservação da calçada pertence ao proprietário do imóvel. Mas, neste caso, a Prefeitura Regional Vila Mariana informou que “se a calçada está danificada somente em decorrência da existência da árvore, o responsável fica dispensado do cumprimento da Lei das Calçadas até que o corte seja providenciado pela Prefeitura. Se a remoção for autorizada, o munícipe tem 30 dias, após o corte, para consertar o passeio. Neste caso mencionado pela reportagem, o munícipe deve abrir uma solicitação de avaliação e serviços em árvore em área pública pelo telefone 156, pelo aplicativo SP156 ou pelo site https://sp156.prefeitura.sp.gov.br/ para que haja uma avaliação do engenheiro agrônomo”.
- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.