​Pesquisador da UNIP tem matéria publicada no portal da UNAI-ONU

0
2

O Prof. Celso Machado Jr., do curso de Ciências Biológicas da Universidade Paulista (UNIP), realizou a pesquisa “Engajamento Digital das cidades”, em parceria com pesquisadores da Universidade de São Paulo e a Universidade Municipal de São Caetano do Sul


Por: Grupo UNIP-Objetivo

Como a Tecnologia de Informação e Comunicação (TIC) pode auxiliar a gestão pública das cidades na resolução de crises como, por exemplo, a da Covid-19?

Prof. Celso Machado Jr., do curso de Ciências Biológicas da Universidade Paulista (UNIP)

Essa é a questão que o Prof. Celso Machado Jr., do curso de Ciências Biológicas da Universidade Paulista (UNIP), em parceria com pesquisadores da Universidade de São Paulo e a Universidade Municipal de São Caetano do Sul, procura responder na pesquisa “Engajamento Digital das cidades”.

Com foco na pandemia do Novo Coronavírus, o estudo é rico em detalhes que mostram a necessidade de utilizar as tecnologias inteligentes. A obtenção de dados em tempo real permite à gestão urbana ser prescritiva, antecipar crises e identificar oportunidades para o desenvolvimento de políticas e ações públicas.

A pesquisa chamou a atenção da United Nations Academic Impact (UNAI) – programa da Divisão de Extensão do Departamento de Comunicações Globais das Nações Unidas (ONU), da qual a UNIP é membro desde 2019 – e foi destaque em matéria na página oficial da instituição.

A reportagem mostrou que o combate à vulnerabilidade da população associado às medidas sanitárias depende da tecnologia digital, que traz dados que mostram, por exemplo, casos confirmados de COVID-19. Mais ainda: mostrou que o uso da tecnologia melhora a gestão pública, eleva a qualidade de vida das pessoas e fomenta a sustentabilidade.

Para chegar a esta conclusão, os pesquisadores analisaram uma ampla gama de variáveis ambientais, sociais e econômicas em cidades sustentáveis e resilientes no contexto da pandemia COVID-19.

“O avanço das TICs está trazendo mudanças que se expandiram nos processos de planejamento e gestão das cidades. Agora, essas tecnologias redefiniram como entendemos os centros urbanos e como podemos lidar melhor com crises como esta. O engajamento digital orientado por dados tem o potencial de habilitar e melhorar a governança urbana e a sustentabilidade das cidades”, explica o Prof. Celso Machado Júnior.

Confira a reportagem em: https://www.un.org/en/academic-impact/how-cities-can-use-information-technology-combat-covid-19.

Sobre a participação da UNIP na UNAI

Em 2019, a Universidade Paulista – UNIP tornou-se membro da United Nations Academic Impact (UNAI). O projeto faz parceria com instituições de ensino superior que contribuem com pesquisas, visando realizar as metas humanistas da ONU.

O processo de ingresso é rigoroso. Ao ser escolhida, a UNIP comprometeu-se em seguir os 10 princípios do programa, com especial destaque ao 9.º ponto, que versa sobre a Sustentabilidade através da Educação.

Os 10 princípios da UNAI são:

1. Abordar questões de pobreza por meio da educação.

2. Capacitação em sistemas de ensino superior em todo o mundo.

3. Compromisso com a oportunidade educacional de todas as pessoas, independentemente de sexo, raça, religião ou etnia.

4. Incentivar a cidadania global por meio da educação.

5. Compromisso com a oportunidade de todo indivíduo interessado adquirir as habilidades e conhecimentos necessários para a busca do ensino superior.

6. Compromisso com os direitos humanos, entre eles, a liberdade de investigação, opinião e discurso.

7. Promover o diálogo e a compreensão intercultural, e o “Desaprender” da intolerância por meio da educação.

8. Promover a paz e a resolução de conflitos por meio da educação.

9. Promover a sustentabilidade por meio da educação.

10. Compromisso com os princípios inerentes à Carta das Nações Unidas.

A UNIP promove esses princípios nos seus 27 campi, localizados em São Paulo (capital e interior do Estado), Goiânia, Brasília e Manaus, bem como em comunidades locais envolvendo professores, alunos e funcionários. Para isso, realiza uma nova atividade a cada ano que aborde ativamente um dos dez princípios básicos definidos pela associação internacional.

A UNAI conta com mais de mil associados em uma centena de países. No Brasil, à época, 31 instituições foram selecionadas para participar do grupo. A inscrição da UNIP, que conquistou a resposta positiva para filiação no órgão, foi uma iniciativa da coordenadora-geral do curso de Ciências Biológicas, Profa. Dra. Cristiane Jaciara Furlaneto, com o apoio da Vice-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa.

A Profa. Dra. Marina Soligo, Diretora da Pós-Graduação Stricto Sensu e Pesquisa da UNIP, que conta com cinco programas de Mestrado e quatro de Doutorado, enfatiza que a pesquisa e a educação são pilares fundamentais para garantir a democracia, a igualdade de oportunidades, a paz, a resolução de conflitos e o desenvolvimento sustentável. 

Segundo ela, a partir da década de 1960 houve um aumento significativo no número de universidades e de alunos matriculados no ensino superior, o que torna fundamental que inciativas como esta sejam incentivadas. “Sempre houve na UNIP a preocupação com essas questões. Um dos exemplos que podemos citar, além da educação para um desenvolvimento sustentável, é o compromisso em dar oportunidade de ensino a todas as pessoas. Todo o corpo docente e técnico administrativo na UNIP é capacitado para acolher o aluno e promover sua permanência na instituição, proporcionando a adaptação ao nível de ensino, o avanço tecnológico, financiamentos e descontos nas mensalidades”, relata a Dra. Marina Soligo.

A Profa. Dra. Cristiane Jaciara Furlaneto, coordenadora-geral do curso de Ciências Biológicas, completa: As iniciativas da UNIP vão ao encontro das expectativas da UNAI e certamente influenciarão nossos alunos, docentes e demais pessoas a serem mais conscientes em relação ao meio ambiente e ao planeta.  O vínculo da UNIP com a UNAI favorecerá a divulgação das atitudes sustentáveis que já estão presentes na universidade e auxiliarão a promoção de novos projetos que, certamente, surgirão do compartilhamento de ideias com os membros da UNAI ao redor do mundo.  O vínculo da UNIP com a UNAI consolida a sustentabilidade como uma vocação acadêmica da instituição”, finaliza a docente.


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

FOTO: reprodução

- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.