Grupo Sul News

Santamarenses ilustres recebem Troféu Botina Amarela no Cetrasa

Em cerimônia solene, 13 Santamarenses ilustres na foram homenageados na 23ª edição da outorga

Reportagem: Fábio Silva Gomes  | Fotos: Alexandre Maretti

No último dia 31/08, o bairro-cidade de Santo Amaro viveu uma noite de gala. Foram laureados, em ato solene, 13 santamarenses ilustres na 23ª edição do Troféu Botina Amarela, outorgado pelo Cetrasa (Centro das Tradições de Santo Amaro). O prêmio é entregue aos moradores/benfeitores do bairro que se destacam por seus relevantes serviços prestados.

A condecoração  existe desde 1995 e faz menção à alcunha do santamarense, pela cor amarelada da terra que apresentavam em seus calçados, em tempos remotos. Somados, já são centenas de “botinas amarelas”, entre pessoas e entidades, até o ano presente.

Neste 2017, receberam a láurea representantes dos mais seletos estratos da sociedade: Carmela Trimarchi Domingues, Cid Vieira de Souza Filho, José Carlos Rodrigues Júnior (diretor do Grupo Sul News), Lígia Além Marcondes, Luiz Gonzaga de Araújo, Luis Sérgio Akira Kaimoto, Olga Agnes Barbara Koblinski, Orlando Donadio, Rosana Manfredini de Borba, Rosely Berni Ugolini, Francisco Roberto Arantes Filho e as famílias de Antonio Geromel e Benevides Beraldo, que foram homenageados “in memoriam”.

A mesa do evento foi composta pelo presidente do Cetrasa, Dr. Alexandre Moreira Netto; Sergio da padaria Flor das Américas; o deputado federal Arnaldo Faria de Sá; o prefeito regional de Santo Amaro, Francisco Roberto Arantes Filho (um dos homenageados); o vereador Ricardo Nunes e o promotor de justiça Augusto Rossini.

A cerimônia foi marcada por muita emoção e lembranças. Dr. Alexandre citou o Cetrasa e suas atividades como a “última trincheira em defesa dos interesses da memória santamarense” e frisou a importância desta oportunidade, que não existe em qualquer outro recanto de São Paulo. Diversas eram as autoridades presentes e, além de assistirem como louvor a entrega dos certificados e troféus, puderam ver desenlace de algo há muito tempo pleiteado pelo Cetrasa: a doação da praça anexa ao museu à entidade, já que por muitos anos aquela área fora “o seu quintal”, anunciada pelo prefeito regional e pelo vereador presentes à mesa.

Ao final, foi servido um saboroso coquetel (o “engasga gato”, segundo Dr. Alexandre). Foi, sem dúvida, uma das noites mais importantes do ano no bairro-cidade, já que se trata de um dos mais ilustres reconhecimentos da sociedade àqueles que amam o rincão mais antigo da capital paulista, que ainda ousamos chamar município de Santo Amaro.

3 comentários

Cadastre-se em nossa
Newsletter

Receba Notícias, Eventos, e muito mais
da sua Região.
CADASTRAR
Caso não queira se cadastrar ou já tenha se cadastrado,
basta fechar essa janela para continuar lendo.
close-link