Grupo Sul News

Preço do gás de cozinha deve ter aumentos trimestrais

Em 2017, o preço do gás de cozinha teve a maior alta desde 2002 (34%), quando a Petrobras iniciou uma nova política de acompanhamento das cotações internacionais de combustíveis. O mesmo motivo que se deu a alta do ano passado.

O botijão de gás chegou a custar R$ 66,53 em São Paulo. Em outros estados o preço chegou a R$ 80,00 – nessa época, os moradores da periferia chegaram a trocar o gás de cozinha por lenha, ou qualquer outra coisa que fizesse fogo, o que gerou diversos acidentes.

Na última semana, a Petrobras anunciou uma queda de 5% no GLP (Gás liquefeito de petróleo). Apesar das revendedoras terem garantido que não vão diminuir os preços, pois já absorvem muitos aumentos, até o final de março os preços ficarão estagnados.

Uma nova política da petrolífera prevê aumentos trimestrais para o gás de cozinha. A próxima alta acontece dia 5 de abril.

Adicionar comentário

Cadastre-se em nossa
Newsletter

Receba Notícias, Eventos, e muito mais
da sua Região.
CADASTRAR
Caso não queira se cadastrar ou já tenha se cadastrado,
basta fechar essa janela para continuar lendo.
close-link