Grupo Sul News

Onda de assaltos em ônibus e pontos de ônibus em Santo Amaro

Moradores relatam arrastões em pontos de ônibus na região; vários coletivos também já foram alvo de bandidos

Utilizar o transporte coletivo em São Paulo, não é uma das tarefas mais fáceis a ser cumprida, especialmente se for em horário de pico. Veículos lotados, algumas vezes o intervalo entre um ônibus e outro, da mesma linha chega a ser muito alto, além de constantes quebras e as interferências corriqueiras do trânsito. Mas é um outro agravante que tem preocupado ainda mais os passageiros na região de Santo Amaro: os assaltos e arrastões dentro dos coletivos e também nos pontos de ônibus.

Moradores relataram sobre arrastões no final do mês passado nas proximidades do Shopping Fiesta. Segundo os populares, os criminosos chegaram e assaltaram todos que estavam aguardando o ônibus.

Na mesma semana, um ônibus da linha 6013/10 “Jardim Nakamura (Jd. Ângela) / Terminal Santo Amaro foi assaltado na região de Santo Amaro, em direção ao bairro. Na semana anterior, usuários também informaram que outros assaltos em ônibus também ocorreram.

A SPTrans (SPTrans (empresa que administra o sistema de ônibus da capital) informou que Em 2016 a SPTrans recebeu uma reclamação a respeito de assalto em um ônibus da linha 6013, sendo que a informação foi encaminhada às autoridades policiais. Nesse ano, porém, oficialmente a gerenciadora não computou nenhuma ocorrência na linha.

 

A empresa informou ainda que tem como competência o gerenciamento da operação do sistema de ônibus na cidade de São Paulo e que a instituição do Bilhete Único, em  2004, reduziu consideravelmente o número de casos de assalto a ônibus. A gerenciadora ressalta que “a execução da política de segurança é de responsabilidade da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo”. A nota foi concluída dizendo que todas as ocorrências de furtos e assaltos no interior dos veículos são

comunicadas pela SPTrans ao setor de inteligência da Polícia Militar, para subsidiar seu trabalho.

 

OUTROS CASOS

Em março desse ano, moradores do Capão Redondo, também, na zona sul ficaram amedrontados com a onda de assaltos à ônibus e nos pontos do bairro. Como alerta e também como forma de protesto, os moradores afixaram diversos adesivos nas paradas de ônibus da região com a inscrição: “Cuidado! Parada perigosa”. Além da inscrição, haviam também os números do Dique Denúncia (181), Polícia Militar (190) e o site da Secretaria se Segurança Pública (www.ssp.sp.gov.br) para registro de boletim de ocorrência. A iniciativa foi do grupo “Capão Atento”

 

CASOS EM OUTRAS REGIÕES

A SPTrans divulgou recentemente, a lista das linhas de ônibus que mais têm ocorrências. Em 1º e 2º lugar estão duas linhas que operam na zona norte da capital; seguida de outras duas que atuam na zona leste. Em 5º  lugar, outra linha da zona norte ocupa esse ranking.

1º TRIMESTRE / 2017
LINHA DENOMINAÇÃO LINHA BASE 1ºTRIM/17
8047 LAPA-JARAGUA 7
8050 LAPA-PQ. MORRO DOCE 7
263J CONJ. JOSE BONIFACIO-PENHA 4
4311 TERM. PQ. D. PEDRO II-TERM. SÃO MATEUS 4
8055 LAPA-PERUS 4
2770 METRÔ VILA MATILDE-ESTAÇÃO JOSÉ BONIFÁCIO 3
3902 GUAIANAZES-ESTAÇÃO CPTM JD. ROMANO 3
1758 METRÔ SANTANA-JD. ANTARTICA 2
8677 PÇA DA REPÚBLICA-JD. LIBANO 2
273D METRÔ ARTUR ALVIM-PQ. D. JOAO NERY 2
352A TERM. SAO MATEUS-JD. HELENA 2
4002 TERM VILA CARRÃO-GUAIANAZES 2
407E METRÔ CARRÃO-JD. SANTO ANDRE 2
407N METRÔ PENHA-TERM. CID. TIRADENTES 2
4313 TERM. PQ. D. PEDRO II-TERM. CID. TIRADENTES 2
6825 TERM. CAPELINHA-VALO VELHO 2
917H METRÔ VILA MARIANA-TERMINAL PIRITUBA 2
978J TERM PRINCESA ISABEL-VOITH 2

Adicionar comentário

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com