Grupo Sul News

Inteligência Artificial é tema de seminário na nova Arena de Debates da Trevisan Escola de Negócios instalada no Brooklin

O seminário sobre “Os impactos da Inteligência Artificial na gestão de pessoas” reuniu diversos profissionais e executivos foram aprender como as novas tecnologias podem impactar na vida empresarial

Cada vez mais a inteligência artificial tem ganhado espaço no mercado com o intuito de otimizar o trabalho e a vida das pessoas. Pensando nisso, ontem (27) a Trevisan Escola de Negócios promoveu uma palestra sobre o tema em sua nova arena de debates no Brooklin.

O seminário sobre “Os impactos da Inteligência Artificial na gestão de pessoas” teve como palestrantes Alexandre Dietrich, líder da plataforma Watson da IBM na América Latina e Vandyck Silveira, CEO da Corporate Learning Alliance do Financial Times. Diversos profissionais e executivos foram aprender como as novas tecnologias podem impactar na vida empresarial.

Vandyck Silveira, CEO da Corporate Learning Alliance do Financial Times, acredita que a produtividade vai crescer com as novas ferramentas artificiais. “A grande virtude da inteligência artificial é que ela não tem preconceito, ela vê o preto no branco, enquanto o ser humano vê muito mais gradações de cinza, então a possibilidade de trazer o lado emocional do ser humano, a capacidade criativa e a objetividade da inteligência artificial, elas fazem uma grande combinação. Eu diria que uma receita perfeita. A capacidade de avaliar, de contratar pessoas que tem muito mais sintonia com a função, com a organização do ponto de vista também cultural. Eu vejo isso como a grande oportunidade do nosso presente imediato e um crescimento para o futuro”, afirmou.

Já Alexandre Dietrich, líder da plataforma Watson da IBM na América Latina acredita que sistemas informatizados são a ferramenta de apoio para que as pessoas possam co-relacionar informações de maneira eficaz.

“Está se criando uma nova parceria entre homens e máquinas, em função dessa quantidade enorme de informações que a gente tem, que a gente chama de big data, um volume muito grande de dados, está cada vez mais difícil nós humanos conseguirmos co-relacionar tanta informação. Um sistema de inteligência artificial construído, por exemplo, como o Watson, te ajuda a co-relacionar essas informações. Só que ele é treinado por nós humanos, então, a gente ensina o sistema a aprender a ler essas informações e interpretar, só que ao mesmo tempo a gente também aprende. Por isso que eu acho que cria uma nova parceria, um novo ciclo virtuoso nessa relação”, explica.

Este foi o segundo seminário realizado pela Trevisan na recém inaugurada Arena de Debates. A criação do espaço é para debater assuntos contemporâneos e relacionados ao setor contábil e administrativo, atraindo empresários e empreendedores de toda a cidade.

Adicionar comentário

Cadastre-se em nossa
Newsletter

Receba Notícias, Eventos, e muito mais
da sua Região.
CADASTRAR
Caso não queira se cadastrar ou já tenha se cadastrado,
basta fechar essa janela para continuar lendo.
close-link