Grupo Sul News

Fórum Trabalhista da Zona Sul inaugura novo prédio em Santo Amaro

No prédio anterior o gasto chegava a quase R$ 2 milhões. Com a mudança de endereço haverá uma economia de 72% ao mês para o Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região

Na última segunda-feira (6) foi inaugurado o novo prédio do Fórum Trabalhista da Zona Sul, localizado na Avenida Guido Caloi, em Santo Amaro. Anteriormente instalado na Avenida das Nações Unidas, o novo prédio possibilitou uma economia de 72% ao mês para o Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região.

“No outro prédio nós tínhamos um aluguel de quase 2 milhões de reais, além de uma despesa entre condomínio e IPTU de R$ 700 mil. No total, essa nova locação está custando, para o Tribunal, R$700 mil aproximadamente. A economia representa aqueles R$ 2 milhões de aluguel que deixamos de pagar. Então, não é jogo de números não. Nós gastávamos quase R$ 3 milhões e agora vamos gastar menos de R$ 1 milhão” explicou o presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região, Dr. Wilson Fernandes.

Os pontos de acesso ao Fórum são pela estação Santo Amaro (CPMT e metrô), por carro, através da Ponte Transamérica e por 4 linhas de ônibus que param a 500 metros do Fórum (637A-10 Term. Jd. Ângela – Term. Pinheiros; 637A-22 Itaim Bibi – Term. Jd. Ângela; 677A-10 Term. Jd. Ângela – Itaim Bibi e 709P-10 Est. Sto. Amaro/Guido Caloi – Term. Pinheiros).

O Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região abrange, além da capital, a Região Metropolitana de São Paulo e Baixada Santista. Neste prédio, também foi instalado o 5° Centro Judiciário de Métodos Consensuais de Solução de Disputas do TRT-2, o Cejusc ABC. Ali serão realizadas as tentativas de acordo de processos que tramitam nos seis fóruns do ABC paulista: Diadema, Ribeirão Pires, Santo André, Mauá, São Bernardo do Campo e São Caetano do Sul.

“O Cejusc é uma iniciativa do Conselho Nacional de Justiça, e muito prestigiada pela Justiça do Trabalho. Nós estamos em um volume crescente de demandas, que, nem sempre é possível atender com a rapidez que se espera se essas demandas forem judicializadas e permanecerem com os juízes para instrução ou julgamento, esse tipo de coisa. A concentração desse Cejusc – ABC na Zona Sul tem o objetivo de trazer para esse Fórum as demandas que podem se extinguir por conciliação entre as partes”, reforçou o Dr. Wilson Fernandes.

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) também foi contemplada com uma sala no Fórum. Segundo a Dra. Lisandra Gonçalves, presidente da OAB Santo Amaro é de suma importância essa colaboração entre os órgãos nesse período de processos digitais. “Hoje existem processos exclusivamente digitais aqui nesse fórum, então é importante ter essa sala de apoio, e isso foi uma concessão do TRT para a OAB”, afirmou.

O TRT-2 recebe, anualmente, cerca de 485 mil novos processos, sendo o tribunal trabalhista mais demandado do país. Cerca de 510 magistrados e 6 mil servidores trabalham no TRT.

 

Adicionar comentário

Cadastre-se em nossa
Newsletter

Receba Notícias, Eventos, e muito mais
da sua Região.
CADASTRAR
Caso não queira se cadastrar ou já tenha se cadastrado,
basta fechar essa janela para continuar lendo.
close-link