Grupo Sul News

Fios de cobre dos semáforos são roubados e transito fica desorganizado

Moradores das prefeituras regionais de Santo Amaro e Capela do Socorro ficaram 5 dias ouvindo a “música” dos apitos da CET

Na última semana de maio recebemos reclamações dos moradores das Prefeituras Regionais de Santo Amaro e Capela do Socorro referente a problemas com os semáforos na Avenida Vereador José Diniz e proximidades. Agentes estavam sinalizando o transito congestionado e caótico em muitos cruzamentos.

Em nota a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) informou que os semáforos foram alvo de furto de cabos  e ato de vandalismo, motivos alheios à tecnologia do sistema e que o furto de fio em um cruzamento, por exemplo, pode afetar pelo menos seis semáforos da região, por interromper o fornecimento. Um agente que não pôde identificar-se reclamou da situação “ Isso prejudica a operação, ficamos aqui até nove da noite, por causa de alguns metros de fio”. Ainda em nota, prometeram providenciar a reposição do material roubado o mais breve possível e um dia depois assim cumpriram. Fizeram um boletim de ocorrência com a polícia militar, que apesar de ser um caso recorrente na região não se pronunciou.

Enquanto isso, a CET deu prosseguimento à licitação para contratar as empresas que farão a manutenção dos semáforos da cidade de São Paulo. Nesta segunda-feira, 05, o Tribunal de Contas do Município deu parecer favorável à continuidade da licitação de todo o parque semafórico da cidade, que prevê troca de peças, manutenção geral, reparo ou substituição de semáforos no-break (que funciona por algumas horas no caso de interrupção de energia elétrica), conserto em caso de roubos de fios, entre outros serviços. O edital tem o objetivo garantir a funcionalidade de todos os 6.387 semáforos existentes.

Adicionar comentário