Grupo Sul News

Fiação solta energizada incomoda moradores no Itaim Bibi

Apesar do programa Cidade Linda-Redes Aéreas, a região ainda sofre com fios soltos. Moradores e frequentadores reivindicam o enterramento de fios

A fim de averiguar questões de zeladoria do bairro, o jornal Itaim News, o início de obras de enterramento de fios na Rua Olimpíadas. Porém, muitas outras ruas estão em péssimo estado de segurança por conta de fios soltos e pendurados em árvores.

Segundo a AES Eletropaulo o prazo para conclusão das obras na Rua Olimpíadas, é no fim do primeiro semestre do próximo ano. A empresa informou ainda que as modificações fazem parte do programa Cidade Linda-Redes Aéreas que em sua segunda fase abrange a Vila Olímpia. A Prefeitura promete enterrar 4,2 quilômetros de fios da rede elétrica e seis quilômetros de fios da rede de telefonia. As obras iniciaram em setembro e têm o término estimado em julho de 2018.

Em contra partida, detectamos problemas com a fiação na região. A questão além de estética é de segurança. A rua Ministro Jesuíno Cardoso em frente a empresa Miss Silvia, tem um buraco há dias, referente a uma troca de postes. Além de vários postes com fios soltos e amarrados em árvores, como acontece ainda nas Ruas Ministro Jesuíno Cardoso, Ramos Batista, Gomes de Carvalho, e na Avenida Brigadeiro Faria Lima, altura do número 4020.

Moradores e frequentadores reivindicam o enterramento de fios em toda a região. Daniel Tomé, trabalha na região e diz que “as obras de enterramento deveriam ter sido feitas desde o começo, quando o bairro foi pensado. É pouco prático e polui visualmente. Ainda que tenhamos que pagar por essa obra indiretamente, vale a pena”. João Pedro Mano, concorda. “Há necessidade do enterramento por conta dessa bagunça”.

A Prefeitura Regional de Pinheiros não se responsabilizou. “As ações de zeladoria que cabem a nós não incluem aterramento de fios”.

A AES Eletropaulo afirmou, ainda, que orienta moradores quanto aos riscos da fiação solta energizada e garantiram que há manutenção. “Toda semana, a concessionária realiza a Blitz de Segurança, por exemplo, que é uma ação que orienta moradores da área de concessão a realizarem obras e construções com segurança, mesmo que próximos à rede de energia elétrica. Além disso, os canais de atendimento da AES Eletropaulo funcionam 24h, todos os dias, para que qualquer cidadão possa informar onde há fiação solta. Eletricistas da distribuidora também realizam avaliações e manutenções periódicas nos fios”.

Adicionar comentário

Cadastre-se em nossa
Newsletter

Receba Notícias, Eventos, e muito mais
da sua Região.
CADASTRAR
Caso não queira se cadastrar ou já tenha se cadastrado,
basta fechar essa janela para continuar lendo.
close-link