Grupo Sul News

Dia Mundial de combate ao câncer é comemorado em 04 de fevereiro

Símbolo do câncer

Segundo informações do Inca (Instituto Nacional do Câncer), entre 2016 e 2017 ocorreram cerca de 600 mil novos casos de câncer no Brasil.
Entre os mais comuns, entre os homens estão o de próstata – com mais de 61 mil novos registros seguidos por pulmão, intestino, estômago e cavidade oral. Já nas mulheres o de mama, com quase 58 mil depois vem o de intestino, colo do útero, pulmão e estômago.
Por sua vez, as neoplasias de pele que não são melanoma equivalem a pelo menos 175 mil dessas ocorrências e acomete ambos os sexos.
Criada pela União Internacional de Controle do Câncer (UICC) a data tem como objetivo mobilizar pessoas e organizações mundiais para reforçar a importância de adoção de hábitos saudáveis, atitudes de prevenção, diagnóstico precoce e tratamento, fundamentais para o controle da doença.
Muitos desses tumores malignos podem ser prevenidos com simples mudanças no estilo de vida, como por exemplo:
– exposição ao sol em horários inadequados ou sem proteção – que pode levar ao câncer de pele;
– tabagismo – que é responsável por aproximadamente 30% dos casos de câncer no mundo e pode gerar câncer de pulmão, de boca, entre outros;
– o álcool mesmo que ingerido de forma moderada – pode elevar o risco de câncer de intestino, mama, esôfago e faringe;
– sedentarismo – pode parecer clichê mas ele pode sim ocasionar câncer de cólon e mama e além de estar relacionado a outros tipos de câncer;
– a prevenção de DSTs (Doenças Sexualmente Transmissíveis) – para evitar o câncer o principal fator de risco para o câncer de colo de útero e seus subtipos mais agressivos.
Segundo alguns especialistas, a cura do câncer em estágio inicial é maior, mas claro que pode variar de acordo com o tipo e suas características.
Existem alguns exames que devem fazer parte do check-up da população porque, através deles, pode ser detectado um câncer no começo, proporcionando tratamento adequado. Entre eles estão:
– papanicolau – o exame deve ser realizado pelas mulheres após o início da atividade sexual;
– mamografia – deve ser feito pelas mulheres partir dos 40 anos;
– exame de sangue PSA e toque retal – são indicados para os homens com mais de 50 anos;
– colonoscopia – é recomendado a partir dos 50 anos, tanto para homens quanto para mulheres;
– tomografia de tórax – indicada para quem é fumante há mais de 20 anos.

Por isso, o ideal é sempre fazer exames preventivos e a qualquer sinal de alteração, procurar um especialista.

 

Adicionar comentário

Cadastre-se em nossa
Newsletter

Receba Notícias, Eventos, e muito mais
da sua Região.
CADASTRAR
Caso não queira se cadastrar ou já tenha se cadastrado,
basta fechar essa janela para continuar lendo.
close-link