Grupo Sul News

Curso de medicina da UNISA recebe homenagem na ALESP

A sessão foi organizada pelo deputado Fernando Capez e homenageou também o Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo, que recentemente completou 60 anos de atividades.

Nesta segunda-feira (13) a Assembleia Legislativa de São Paulo promoveu uma sessão solene em homenagem à Instituições da área de medicina do Estado de São Paulo. Ao todo, 9 Universidades, 16 Hospitais do Estado e 10 entidades médicas foram homenageadas.

A sessão foi organizada pelo deputado Fernando Capez, e homenageou também o Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo, que recentemente completou 60 anos de atividades.

“Nós nos sentimos muito honrados, mas essa homenagem é pra quem ajudou a medicina nesse Estado. Nós procuramos dizer que os 140 mil médicos do Estado estão sendo homenageados hoje pela maior Casa de Leis do Estado de São Paulo. Então pra nós é uma honra muito grande, em um momento de tamanha dificuldade, as pessoas ainda reconhecerem a medicina. É uma profissão que realmente merece uma homenagem dessa”, afirmou o Dr. Lavínio Nilton Camarim, presidente do Cremesp.

A Universidade Santo Amaro também foi reconhecida na solenidade. Desde 1968 a Unisa oferece um dos cursos de medicina mais tradicionais da Zona Sul. Para o diretor de medicina da Instituição, Prof.Dr. Marcelo Augusto Fontenelle Ribeiro Junior, a homenagem consagra os 50 anos do curso e valoriza os profissionais.

“Isso daí vem para consagrar a existência de um curso que já tem 50 anos e que formou milhares de médicos que hoje atuam no Brasil e no exterior, então essa homenagem à Instituição diz, realmente, ‘vocês são uma Instituição que tem uma importância social dentro da área médica que vocês capacitam e treinam pessoas pra se destacarem dentro da profissão’. Então, acho que é uma consagração de um trabalho de 50 anos que tem sido feito. É muito importante pra todos nós”, relata.

A Prof.Dra.Luciane Lúcio Pereira, reitora da UNISA, reforça dizendo que com a atual situação da saúde brasileira, é importante formar profissionais capazes e competentes.

“Nossa responsabilidade é muito grande, porque na verdade, a gente está falando exatamente de uma formação de gerações de médicos. E talvez, mais do que nunca no momento atual é algo que precisa se fazer de maneira muito séria. Nós temos graves problemas de saúde no nosso país e temos que apresentar à sociedade médicos em condição, com preparo e competência adequado pra enfrentar toda essa realidade”, afirma.

Fotos: Grupo SulNews

 

Adicionar comentário

Cadastre-se em nossa
Newsletter

Receba Notícias, Eventos, e muito mais
da sua Região.
CADASTRAR
Caso não queira se cadastrar ou já tenha se cadastrado,
basta fechar essa janela para continuar lendo.
close-link