Grupo Sul News

Cruz Vermelha encerra campanha ‘Aqueça São Paulo’ e bate recorde de doação com quase 20 toneladas de roupas

O último recorde da ação foi em 2015, com 10 toneladas de roupas arrecadadas. Em 2017, cerca de 42 mil pessoas foram beneficiadas em 90 comunidades de São Paulo

A Cruz Vermelha de São Paulo encerra sua 9ª campanha do agasalho com recorde de doação: 19.856,14 quilos de peças de vestuário – quase o dobro da meta estabelecida, de 10 toneladas. A ação, intitulada ‘Aqueça São Paulo’, beneficiou diretamente 42.934 pessoas de 90 comunidades vulneráveis da cidade, em regiões como Capão Redondo, Guarulhos, Parelheiros, Canindé, Pari, Paraisópolis, Pedreira, Limão e Lajeado.

Até esta edição, a maior quantidade arrecadada em campanhas do agasalho foi em 2015 quando a Cruz Vermelha conseguiu 10 toneladas de roupas.

“Esse resultado só foi possível pela solidariedade da população, pelas parcerias que tivemos e pela dedicação dos voluntários. É muito importante saber que estamos cumprindo com nossa missão de amenizar o sofrimento humano, beneficiando cada vez mais pessoas que precisam desse apoio”, afirmou a gerente de Projetos Sociais e Voluntariado, Aline Rosa.

Um dos diferencias da campanha da Cruz Vermelha Brasileira de São Paulo é a doação de roupas sob medida e de boa qualidade. Os voluntários da instituição visitam as comunidades e realizam o cadastramento prévio das pessoas que serão beneficiadas.

Com a entrada de doações, as peças são cuidadosamente analisadas para a montagem de kits contendo calça ou saia, camiseta e agasalho, segundo a numeração do beneficiado e respeitando o costume religioso e a identidade de gênero. Do total de doações, três toneladas foram entregues na ação sob medida.

“Não estamos fazendo um favor, estamos tratando cada pessoa como indivíduo único, com necessidades e características específicas. Todos merecem receber peças em boas condições, que os façam se sentir acolhidos e amparados. Entendemos que a doação deve preservar a dignidade de cada um”, pontuou Aline.

A Cruz Vermelha contou ainda com a parceria de grandes empresas, estabelecimentos comerciais e instituições educacionais, filantrópicas e religiosas para o recolhimento das peças. Ao todo foram 177 parceiros, que apoiaram com a instalação de 519 pontos de coleta por toda grande São Paulo.

Adicionar comentário

Cadastre-se em nossa
Newsletter

Receba Notícias, Eventos, e muito mais
da sua Região.
CADASTRAR
Caso não queira se cadastrar ou já tenha se cadastrado,
basta fechar essa janela para continuar lendo.
close-link