Grupo Sul News

Casa de Cultura de Parelheiros recebe R$ 600 mil para reforma e deve ser inaugurada em abril

Uma parte do imóvel, localizado no Parque Tamari, está hoje, abandonado. A outra parte é a sede do Conselho Tutelar. Muitos moradores da região não sabem do projeto da Casa de Cultura

Desde 2009, os moradores de Parelheiros vivem com a promessa de terem uma Casa de Cultura na região. A Casa já existe, mas ainda não é de Cultura, e nem todos os moradores sabem da sua existência.

Uma parte do imóvel, localizado na Rua Nazle Mauad Lufti, no Parque Tamari, que deveria ser a Casa de Cultura de Parelheiros, está hoje, abandonado. A outra parte é a sede do Conselho Tutelar. A divisão foi feita por uma parede construída pela Prefeitura Regional.

Representantes culturais de Parelheiros dizem que a gestão da época alegou não haver demanda cultural na região, por isso o Conselho Tutelar assumiria parte do prédio. “A Casa foi construída em 2009, e o Conselho Tutelar não tinha espaço, por isso a Prefeitura Regional colocou o Conselho lá. Colocaram uma parede no meio para transformar em um CIC (Centro Integrado de Cultura). Muitas pessoas nem sabem do prédio”, afirma Renan Vitor, participante do Fórum de Cultura de Parelheiros.

Em agosto, o secretário de Cultura André Sturm fez uma visita técnica na Casa de Cultura. Na época ele disse que o imóvel vai passar por uma “pequena reforma”. Representantes do Fórum de Cultura de Parelheiros. afirmam que não foram consultados sobre os planos para reforma do espaço, e se mantêm a disposição para ajudar com a coordenação da Casa de Cultura.

“Nós somos a periferia da periferia. Quantos editais culturais ganharam na região? É difícil você escolher um projeto que você não conhece. Quem é o crítico que vem aqui saber o que a gente está fazendo? Temos a ideia de fazer uma agenda coletiva, que a gente tenha acesso e para que os coletivos tenham espaço para fazer reuniões, pois muitos não tem sede”, analisa Ciléia Biaggioli, do coletivo Teatro de Rocokóz.

Em nota, a Secretaria Municipal de Cultura disse que “tendo em vista a carência de equipamentos culturais em Parelheiros – não há espaço cultural da Secretaria Municipal de Cultura na região – o Secretário André Sturm, acertou a transferência do Conselho Tutelar para outro espaço, deixando assim o local livre para a instalação da Casa de Cultura. A SMC tem projeto de reforma para o local e negocia recursos para inaugurar a Casa de Cultura em abril de 2018”.

No último mês, o vereador Ricardo Nunes (PMDB) liberou uma emenda de aproximadamente R$ 600 mil reais para a reforma da Casa de Cultura de Parelheiros. O pedido foi feito juntamente a Secretaria Municipal de Cultura, que assumirá a administração do espaço. De acordo com a assessoria do vereador, serão feitas uma rampa de acesso externo, lateral e acessibilidade, bicicletário, auditório, palco e camarins, sala de exposições e oficinas.

Adicionar comentário

Cadastre-se em nossa
Newsletter

Receba Notícias, Eventos, e muito mais
da sua Região.
CADASTRAR
Caso não queira se cadastrar ou já tenha se cadastrado,
basta fechar essa janela para continuar lendo.
close-link