Grupo Sul News

Bandidos são presos após construção de túnel que dá acesso à Banco da Chácara Santo Antônio

A agência do Banco do Brasil fica na Rua Verbo Divino. O túnel tem cerca de 500 metros de extensão e 1 metro de altura. A intenção era roubar R$ 1 bilhão do cofre.

Nesta segunda feira (2) a Polícia descobriu a operação de uma quadrilha que estava construindo um túnel que dava acesso ao cofre da agência do Banco do Brasil, na Rua Verbo Divino. O túnel fica numa casa na Rua Antonio Buso, na Chácara Santo Antônio.

O túnel tem cerca de 500 metros de extensão e 1 metro de altura. No quarto que dá início ao túnel foram encontradas diversas ferramentas, roupas especiais e lanternas utilizadas pelos bandidos. O túnel é escorado com madeira e ferro, além de ser todo iluminado. A quadrilha acompanhava a movimentação do lado de fora da casa através de câmeras instaladas na entrada.

Os ladrões alugaram a casa na Rua Antonio Buso, 57, há cerca de 3 meses, e terminaram a construção do túnel no dia 27 de setembro, segundo relatou a Polícia. A casa estava bem abastecida de alimentos e itens pessoais. Uma proteção acústica foi colocada nas paredes do quarto para que os vizinhos não pudessem ouvir o barulho das ferramentas.

A quadrilha foi monitorada pela Polícia durante 2 meses. “O investimento da quadrilha foi na faixa de R$ 4 milhões, segundo eles informaram, cada um dos participantes calçou R$ 200 mil e a estimativa deles era levar R$ 1 bilhão. Seria o maior assalto do mundo”, disse o delegado Fábio Pinheiro Lopes, que investiga o caso.

Na mesma noite, 16 pessoas da quadrilha foram presas em outro endereço na Vila Nova Cachoeirinha, Zona Norte, espaço onde fabricavam as ferramentas de escavação e suportes de trilho para carregar o dinheiro pelo túnel.

Segundo a polícia, o chão da sala do cofre na agência do Banco do Brasil está cheio de rachaduras devido a construção do túnel. Os bandidos não chegaram a entrar no cofre.

“A gente acredita que alguns deles estavam no assalto ao Banco Central de Fortaleza, em 2005, que já estão soltos, e que estavam naquele grande furto ao Itaú, na Paulista [em 2011]. É uma quadrilha muito organizada”, afirmou o delegado Fábio.

Adicionar comentário

Cadastre-se em nossa
Newsletter

Receba Notícias, Eventos, e muito mais
da sua Região.
CADASTRAR
Caso não queira se cadastrar ou já tenha se cadastrado,
basta fechar essa janela para continuar lendo.
close-link