Grupo Sul News

Vendas de imóveis usados crescem 22% em SP, mas preço médio cai

No total, foram vendidos apartamentos residenciais em maioria, seguidos por casas

A venda de imóveis residenciais usados na cidade de São Paulo cresceu 22% de janeiro a maio deste ano, na comparação com igual período de 2016. É o que aponta balanço de uma, administradora e imobiliária paulistana com filiais na capital paulista, ABC, interior e litoral.
Segundo o levantamento, o valor médio das transações caiu 13,3%. Em média cada imóvel foi comercializado neste ano a R$ 650 mil, contra R$ 750 mil nos cinco meses iniciais do ano passado.
Do total de imóveis usados vendidos neste ano, 76% foram apartamentos residenciais e 24%, casas.
O tempo médio em que as unidades demoraram até serem vendidas, a partir do cadastro, ficou em sete meses.
“Estamos notando o início do reaquecimento do mercado de imóveis usados para vendas, após dois anos de estagnação causada principalmente pela crise econômica e escassez de crédito. Para quem deseja adquirir um imóvel, a oportunidade é agora, pois são muitas as ofertas e os proprietários, mais do que nunca, estão flexíveis quanto à negociação de preços”, diz Igor Freire, diretor de Vendas da Lello Imóveis. Além da procura em jornais e revistas a internet facilitou o acesso a informação.

Adicionar comentário

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com