Grupo Sul News

Prefeitura de SP recebe doação de materiais para tratamentos cardiovasculares

As doações não acarretarão custos ao governo municipal e tem valor estimado entre R$ 3 milhões a R$ 4 milhões ao ano

 

 

Materiais de 1ª linha usados para tratamento de doenças cardiovasculares serão doados à Prefeitura de São Paulo mensalmente pela multinacional alemã BIOTRONIK. As doações não acarretarão custos ao governo municipal e tem valor estimado entre R$ 3 milhões a R$ 4 milhões ao ano por até quatro anos ou enquanto for de interesse das partes, o que representa até R$ 16 milhões em doações. O objetivo da BIOTRONIK com a doação é garantir mais economia para a cidade, já que o município não terá que comprar estes equipamentos.

“Estes equipamentos são essenciais, pois garantem a vida. Tenho muitos amigos que tiveram que fazer esta cirurgia e hoje vivem regularmente, com saúde, graças aos stents e cateteres que os ajudam a ter uma vida saudável. ”, disse o prefeito João Doria.

Entre os produtos estão: stents (tubos expansíveis e em forma de malha usados para manter uma artéria coronariana aberta e garantir o fluxo sanguíneo); stents farmacológicos (revestidos de medicamentos que servem para desentupir as artérias); cateteres (utilizados no diagnóstico das patologias e no tratamento das obstruções coronárias e vasculares) e, eventualmente, qualquer outro equipamento da BIOTRONIK.

É importante ressaltar que os produtos doados possuem prazo de validade de até três meses e que estão em plena condição de uso seguro. Dentro da rede pública, a estimativa é que esses materiais poderão ser utilizados rapidamente, em cerca de 15 dias.

“As doenças cardiovasculares estão entre as principais causas de morte no mundo, de acordo com a Organização Mundial de Saúde. O uso de stents pode funcionar como uma proteção contra ataques cardíacos. E é um material que pode ser aplicado até o último dia de validade. Nosso objetivo é justamente o de fazer essa prevenção e, assim, salvar muitas vidas”, afirma o secretário municipal da Saúde, Wilson Pollara.

Os materiais serão entregues mensalmente pela empresa no Hospital do Servidor Público Municipal e utilizados no hospital e em instituições públicas que prestam atendimento aos munícipes de São Paulo. A doação permitirá também que os médicos residentes tenham acesso à mais moderna tecnologia para o tratamento de doenças cardiovasculares.

A proposta de doação foi apresentada pela empresa ao secretário Especial de Relações Governamentais, Milton Flávio. “A doação de stents traz mais de um benefício para a Prefeitura de São Paulo. São equipamentos caros, de última geração, que podem salvar vidas. Além disso, será importante não só para atendimento médico, mas para a formação dos nossos médicos residentes, que, neste momento, pela falta de equipamentos modernos como esses, deixam de praticar e aplicar procedimentos que no mundo inteiro são utilizados”, afirma o secretário.

Para Roberto Alvarenga, Gerente Geral da BIOTRONIK América Latina, a iniciativa corrobora com a maior premissa da empresa, que é a de salvar vidas. “Está no nosso DNA buscar as mais modernas e eficientes soluções na prevenção e tratamento de doenças cardiovasculares. Encontramos na atual gestão uma excelente oportunidade para fazer essa contribuição de forma ética e transparente, de acordo com nossas regras de compliance”, declara o executivo.

O prefeito ressalta a importância para a capital de parcerias com as empresas e se coloca à disposição de outros representantes da iniciativa privada que desejarem contribuir com a cidade.

Adicionar comentário

Cadastre-se em nossa
Newsletter

Receba Notícias, Eventos, e muito mais
da sua Região.
CADASTRAR
Caso não queira se cadastrar ou já tenha se cadastrado,
basta fechar essa janela para continuar lendo.
close-link