Grupo Sul News

Grupo de voluntários na zona sul lutam por uma delegacia da mulher

A área da Capela do Socorro e de Parelheiros receberiam esses espaços a fim de desafogar a única DDM da região

O Grupo Artemis é composto por cidadãos comuns, compromissados com atividades voluntárias e sociais, e que através da entidade “lutam e dedicam-se por questões relativas a vida das mulheres e crianças, em vulnerabilidade social de nossa região (Capela do Socorro e Parelheiros) ”.
Diante dos inúmeros casos que chegam ao conhecimento sobre mulheres agredidas, violentadas, molestadas e que acabam se calando e omitindo essas violências, por não encontrar apoio necessário, observou se a necessidade de proporcionar e facilitar o acesso desta mulher a uma Delegacia da Mulher na área da Capela do Socorro e de Parelheiros. Nota-se que as dificuldades relativas a distância e a condição social em que se encontram, são fatores que inibem, entre outros, o registro do boletim de ocorrência na Delegacia da Mulher 99ºDP na região do bairro Campo Grande. O Grupo Artemis sensibilizado, por esta situação, deliberou entrar com a reivindicação para a implantação de uma Delegacia da Mulher na região de Capela do Socorro, no bairro da Cidade Dutra, para atender esta mulher. O Artemis está colhendo assinaturas em abaixo assinado (em papel e on-line) a ser enviado ao governo do Estado e à Secretaria Estadual de Segurança Pública.

“Para se chegar à Delegacia da Mulher mais próxima, a 6ª DDM do Campo Grande, é preciso percorrer até 40 quilômetros para quem reside no extremo sul dos bairros do Grajaú ou em Parelheiros”, explicam os integrantes do grupo, acrescentando ainda a dificuldade de acesso à delegacia do Campo Grande, via transporte coletivo, o que já não ocorre em Cidade Dutra, onde o transporte é constante, o  prédio do 48º DP é de fácil acesso e bem mais próximo da população da Capela do Socorro e Parelheiros.

Outro argumento apresentado pelo grupo de cidadãos para justificar a implantação de uma DDM em Cidade Dutra, são os números apresentados pela delegacia de Campo Grande: 3.217 boletins de ocorrência feitos em 2016, 1.228 inquéritos instaurados, 1.215 concluídos e 2.100 em andamento, o que a torna a Delegacia da Mulher com maior número de ocorrências na cidade de São Paulo. Uma nova DDM em Capela do Socorro, por certo, desafogaria a única DDM da região Sul, afirmam representantes do Artemis.

Adicionar comentário